Ads Top

Risco de vida virou risco de morte?

Depois que voltei ao Brasil meus ouvidos tem estranhando o uso constante da expressão "risco de morte" empregados em  demasia nestes jornais sensacionalistas focados em crimes, afinal estava acostumado em ouvir "risco de vida", muitas vezes certas pessoas adotam o uso de alguma expressão principalmente quando vira moda uma nova, então se passa a condenar o uso da antiga mesmo que ela esteja correta e isso vem ocorrendo com o termo "risco de vida" erroneamente.

Vejamos abaixo a explicação:
Em “risco de vida” existe a elipse (omissão de termo que se deduz). Quando ouvimos “Ele corre risco de vida” equivale a “Ele corre risco de
perder avida" ou seja deixa-se elíptico a parte “perder a”.

risco de morte

No meio jornalístico existe o hábito de criar padrões, mas é importante lembrar que não há uma forma mais certa ou menos errada, ou seja, ambas estão corretas.

risco de vida

Vou omitir qual termo é de minha preferência, afinal você pode deduzir facilmente, pois no fim das contas a expressão pouco importa para o anjo da morte e para meu próprio bem prefiro não provocá-lo.

Nenhum comentário:

Cada comentário é apreciado, mas tenha em mente que os comentários são moderados e podem levar algum tempo para aparecer. Todos os comentários de spam serão excluídos.

Tecnologia do Blogger.